ERA UMA VEZ UM HOMEM APAIXONADO PELA NATUREZA
E PELO ESTUDO DAS AVES.

A Naturconde de hoje começou por ser uma ideia visionária de um homem apaixonado pela natureza. O seu nome é Santos Júnior, figura incontornável da ornitologia portuguesa. Professor da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, Santos Júnior tinha o sonho de criar, entre a freguesia de Mindelo e o rio Ave, um espaço de observação, estudo e inventariação das aves no seu meio natural. É assim que nasce em 1957 a Reserva Ornitológica de Mindelo (ROM), a primeira área protegida em Portugal e uma das mais antigas da Europa, pioneira no âmbito da conservação.

Nos finais do século XIX, o território que hoje corresponde em parte à Naturconde já suscitava um enorme interesse entre os ornitólogos. A zona terminal do Ave em particular – o chamado “alagadiço” do Ave – oferecia ótimas condições de observação e pesquisa.

Em 1953, nas zonas húmidas dessa área, Santos Júnior e os seus colaboradores da Sociedade Portuguesa de Ornitologia dão início a um monumental trabalho de inventariação, marcando as aves com anilhas metálicas feitas à mão. Nos 30 anos seguintes, o professor e a sua equipa procederiam à anilhagem de mais de 78.000 aves, onde se incluem 19.000 rolas-bravas, o maior número alguma vez capturado na Europa por um único grupo de especialistas.

O grande sonho de Santos Júnior só se concretizou em 1957 – e fez história.
Nascia assim a Reserva Ornitológica de Mindelo.

Graças ao apoio dos proprietários da zona, Santos Júnior começou por fundar “A Reserva”, como então lhe chamavam, inicialmente com 411 ha. Seguem-se anos de intensa atividade científica, tanto ao nível da anilhagem como do estudo geral da avifauna e de outros grupos zoológicos. Nos trabalhos de campo, participavam também os “roleiros de Mindelo”, especialistas na captura de rolas através de artes tradicionais únicas no mundo.

Mais tarde, em 2009, na sequência de um processo de reordenamento, a ROM passou a fazer parte da Paisagem Protegida Regional do Litoral de Vila do Conde e Reserva Ornitológica de Mindelo, que em 2018 adotou a marca Naturconde.

Hoje, a Naturconde segue os passos do seu fundador, perpetuando a sua visão marcadamente ecológica e ambientalista. Sujeita a um ambicioso processo de requalificação e valorização das suas infraestruturas, posiciona-se como um espaço de intransigente defesa e divulgação da vida, que se quer afirmar nacional e internacionalmente.